Vocês conheceram a obra dos Irmãos Vilhena que tem, até o momento, a duração de mais de 20 anos de trabalho aproximadamente, que foi iniciada após a aposentadoria de todos os quatro, que têm plano de fazer outro tanto de réplicas. O artesão mor é Ênnio que criou:

Ao Décio coube fazer desenhos dos monumentos e os trabalhos em madeira, cerca de 520 portas e janelas, caixilhos de 1 mm de espessura e algumas vezes, formando desenhos, as belas treliças de Parati e Fazenda Resgate, o Farol do Farol da Barra, as grades da Varanda do Pátio da Casa dos Contos, as portas e janelas com almofadas e etc.

À Sylvia foi entregue as esculturas em pedra sabão, as colunas, os relevos, enfim, todo o trabalho em pedra.

A Evangelina foi quem fotografou os monumentos e coordena os trabalhos da eficiente equipe de jovens que muito coopera para a realização do projeto e dirige a Escola de Artesanato e todo os seu movimento juntamente com a Daise.

Participaram também do Projeto, na parte de pintura, Paulo Versiani, Yeda Wanderley e Jorge Prata.

Da esquerda para para a direita: Ênnio, Sylvia, Evangelina e Décio

Décio Alves de Vilhena

Ênnio Alves de Vilhena

Evangelina Alves de Vilhena